Gestão de tempo

* Por Elen Lisboa Rodrigues Bellandi

Gerir o próprio tempo, ao contrário do que muitos pensam, está, sobretudo, relacionado com expectativas, sonhos e futuro. O processo de gestão do tempo vai além do pensamento de que é preciso administrar sempre o que é real, cotidiano e presente.

Antes de dar os primeiros passos em relação a uma vida organizada, ‘com tempo pra tudo’, é preciso reavaliar como está nossa caminhada em relação a nossa missão, valores, competências e sensações da vida.

Comece pensando em como você gostaria que estivesse sua vida daqui dois anos. Casado, solteiro, com filhos, chefe, empresário, viajando pelo mundo... Você se vê fazendo o que? Com quem? Em que lugar? Com quais experiências e quais conquistas? Pense em cada detalhe da sua vida exatamente realizada nos próximos dois anos. 

Diante disso, faça um reconhecimento de quem você se torna quando tudo isso estiver realizado. Pense em quais seriam as prioridades para que isso acontecesse. Faça um passo a passo: o que prioritariamente você precisa realizar dentro do primeiro ano, a cada mês, a cada semana para que estivesse garantido o cenário descrito daqui dois anos. Com esse cenário desejado e pensado, comece as etapas de gestão de tempo.

De acordo com o coach, investigador de culturas ancestrais, autor e fundador da Organização Cóndor Blanco Internacional, Suryavan Solar, devemos estar sempre balanceando para um máximo de equilíbrio e integralidade na vida quatro energias principais: trabalho, descanso, lazer e estudo.

Que energia você terá que dedicar a cada uma dessas coisas – trabalho, descanso, lazer e estudo – para que daqui a dois anos você esteja como almeja? Crie uma agenda, similar a um cronograma escolar, onde você possa contemplar um quantitativo para cada uma dessas quatro energias e um quantitativo para cada um dos papéis exercidos, alinhado com a descrição de daqui dois anos que você fez.

Quando você planeja suas tarefas, consegue avaliar e refletir sobre a maneira como tem dividido seu tempo entre as atividades, além de não se esquecer de cumpri-las ou deixá-las para a última hora. Ao mensurar quanta energia e quanto tempo é preciso gastar no trabalho, no descanso, no lazer e no estudo, torna-se evidente quais as distrações e fatores que parecem importantes para você, mas na verdade não são.

Além de implementar essas dicas no cotidiano, procurar um profissional coach pode otimizar seus resultados. Durante as sessões de Coaching serão estabelecidas metas, objetivos e, ainda, serão estabelecidos prazos para que as atividades sejam cumpridas, a fim de se alcançar o que se deseja. 

Mais do que isso, o coach poderá ser um grande facilitador do desenvolvimento citado, ou seja, ele poderá te ajudar a desenvolve habilidades e competências, que farão com que você realize planejamentos estratégicos assertivos, sabendo distinguir, como no caso citado, as energias necessárias para cada um dos segmentos da vida.

Vale lembrar que, a gestão de tempo não se refere apenas a cuidar ou organizar tarefas, mas está associado a ter uma visão ampla de produtividade e alta performance em qualquer fase e/ou área da vida.

* Elen Lisboa Rodrigues Bellandi é coach pela Erickson College e pela Integrated Coaching Institute (ICI), ambas credenciadas pela International Coaching Federation (ICF).

Leia também

Transforme a meditação em um hábito de vida

Descubra qual é a meditação mais indicada para a sua rotina e transforme-se com seus benefícios.

O que acontece após uma sessão de Constelação Familiar?

A coach Elen Lisboa explica como se dá esse processo.

Qual a diferença entre Meditação e Mindfulness?

No artigo, a coach Elen Lisboa explica as diferenças e as características de cada conceito.

RECEBA NOSSAS NEWSLETTERS
×

Não vá embora ainda!

Antes de sair, olha o que preparamos com muito carinho pra você! :)

Como definir prioridades e alcançar objetivos
eBook
+ Planner mensal
+ Planner semanal